Espasmo esofágico

Para usar os recursos de compartilhamento nessas páginas, habilite o JavaScript.

São contrações anormais dos músculos do esôfago, o tubo que leva o alimento da boca ao estômago. Esses espasmos não movem os alimentos de forma eficaz para o estômago.




porque eu tenho urticária no meu corpo e depois elas desaparecem

Causas

A causa dos espasmos esofágicos é desconhecida. Alimentos muito quentes ou muito frios podem desencadear espasmos em algumas pessoas.



Sintomas

Os sintomas podem incluir:



  • Dor ou dificuldade para engolir
  • Dor no peito ou abdômen superior

O espasmo pode ser difícil de diferenciar da angina, um sintoma de doença cardíaca. A dor pode irradiar para o pescoço, mandíbula, braços ou costas.

Testes e exames

Os testes que você pode precisar para detectar a condição incluem:



  • Esofagogastroduodenoscopia (EGD)
  • Manometria esofágica
  • Esofagografia (raio-x com captação de bário)

Tratamento

A nitroglicerina administrada sob a língua (sublingual) pode ajudar em um episódio repentino de espasmo esofágico. Da mesma forma, nitroglicerina de ação prolongada e bloqueadores dos canais de cálcio são usados ​​para tratar esse problema.

Os casos de longo prazo (crônicos) às vezes são tratados com baixas doses de antidepressivos, como trazodona ou nortriptilina, para reduzir os sintomas.

Em casos raros, casos graves podem precisar de dilatação (alargamento) do esôfago ou cirurgia para controlar os sintomas.




quais são os efeitos colaterais do carvedilol 12,5 mg

Expectativas (prognóstico)

Um espasmo esofágico pode ir e vir (intermitente) ou durar muito tempo (crônico). Os medicamentos podem ajudar a aliviar os sintomas.

Possíveis complicações

A doença pode não responder ao tratamento.

Quando entrar em contato com um profissional médico

Entre em contato com seu médico se tiver sintomas de espasmo esofágico que não desaparecem. Na verdade, os sintomas podem ser causados ​​por problemas cardíacos. Seu provedor pode ajudá-lo a decidir se você precisa de testes cardíacos.

Prevenção

Evite comer alimentos muito quentes ou muito frios se tiver espasmos esofágicos.

Nomes alternativos

Espasmo esofágico difuso; Espasmo do esôfago; Espasmo esofágico distal; Esôfago de quebra-nozes

Imagens

  • O sistema digestivoO sistema digestivo
  • Anatomia da gargantaAnatomia da garganta
  • EsôfagoEsôfago

Referências

Falk GW, Katzka DA. Doenças do esôfago. In: Goldman L, Schafer AI, eds. Goldman-Cecil Medicine. 26ª ed. Filadélfia, PA: Elsevier; 2020: cap 129.

Pandolfino JE, Kahrilas PJ. Distúrbios da função e motilidade neuromusculares do esôfago. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger e Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease. 11ª ed. Filadélfia, PA: Elsevier; 2021: cap 44.


abriga a informação genética da célula

Última revisão em 27/10/2020

Versão em Inglês revisada por: Michael M. Phillips, MD, Professor Clínico de Medicina, Escola de Medicina da Universidade George Washington, Washington, DC. Também revisado por David Zieve, MD, MHA, Diretor Médico, Brenda Conaway, Diretora Editorial e o A.D.A.M. Equipe editorial.

Tradução e localização por: DrTango, Inc.

EsôfagoDoenças do esôfago Continue lendo Refluxo gastroesofágicoRefluxo gastroesofágico Continue lendo Revista NIH MedlinePlus HealthRevista NIH MedlinePlus Health Continue lendo