Cirurgia estética de ouvido

Para usar os recursos de compartilhamento nessas páginas, habilite o JavaScript.

É um procedimento para melhorar a aparência da orelha. O procedimento mais comum é aproximar orelhas muito grandes ou proeminentes da cabeça.



Descrição

A cirurgia estética do ouvido pode ser realizada no consultório do cirurgião, em um ambulatório ou em um hospital. A cirurgia pode ser realizada sob anestesia local, que entorpece a área ao redor das orelhas. Você também pode receber medicamentos para se sentir relaxado e com sono. Também pode ser feito com anestesia geral, na qual você permanece dormindo e sem dor. O procedimento geralmente leva cerca de 2 horas.




Quais são os efeitos colaterais do metoprolol

Durante o método mais comum de cirurgia estética do ouvido, o cirurgião faz um corte atrás da orelha e remove a pele para visualizar a cartilagem da orelha. A cartilagem é dobrada para remodelar a orelha, aproximando-a da cabeça. Às vezes, o cirurgião corta a cartilagem antes de dobrá-la. Às vezes, a pele é removida da parte de trás da orelha. Suturas são usadas para fechar a ferida.



Por que o procedimento é realizado

O procedimento geralmente é feito para diminuir a timidez ou o constrangimento de ter um formato de orelha incomum.

Em crianças, o procedimento pode ser realizado após os 5 ou 6 anos de idade, quando o crescimento da orelha está quase acabando. Se as orelhas estiverem muito desfiguradas (orelhas caídas), a criança deve ser submetida a uma cirurgia mais cedo para evitar possível estresse emocional.



Riscos

Os riscos da anestesia e cirurgia em geral são:

  • Reações a drogas
  • Problemas respiratórios
  • Sangramento, coágulos sanguíneos ou infecção

Os riscos da cirurgia estética do ouvido incluem:

  • Áreas de dormência
  • Coleta de sangue (hematoma)
  • Maior sensação de frio
  • Recorrência de deformidade da orelha
  • Queloides e outras cicatrizes
  • Resultados insatisfatórios

Antes do procedimento

As mulheres devem dizer ao seu cirurgião se estão ou pensam que estão grávidas.



Você pode ser solicitado a interromper o uso de anticoagulantes uma semana antes da cirurgia. São medicamentos que podem causar sangramento excessivo durante a cirurgia.

  • Algumas dessas drogas são o ácido acetilsalicílico ( aspirina ), ibuprofeno (Advil, Motrin) e naproxeno (Aleve, Naprosyn).
  • Se você estiver tomando warfarina (Coumadin) ou clopidogrel (Plavix), converse com seu cirurgião antes de interromper ou alterar a forma como você toma esses medicamentos.

Durante os dias antes da cirurgia:

  • Pergunte quais medicamentos você deve continuar a tomar, mesmo no dia da cirurgia.
  • Sempre informe o seu médico se você tiver um resfriado, gripe, febre, surto de herpes ou qualquer outra doença nos dias que antecederam a cirurgia.

No dia da cirurgia:

  • Provavelmente, você será solicitado a não beber ou comer nada depois da meia-noite na noite anterior à cirurgia. Isso inclui goma de mascar e balas de menta. Enxágue a boca com água se sentir que está seca. Tenha cuidado para não engolir.
  • Tome os medicamentos prescritos com um pequeno gole de água.
  • Chegue a tempo para a cirurgia.

Certifique-se de seguir todas as instruções específicas que seu cirurgião lhe deu.

Após o procedimento

As orelhas são cobertas com curativos grossos após a cirurgia. Geralmente, você pode ir para casa depois de acordar da anestesia.

Qualquer sensibilidade ou desconforto pode ser controlado com medicação. As bandagens de ouvido geralmente são removidas após 2 a 4 dias. Uma cinta ou faixa leve deve ser usada por 2 a 3 semanas para ajudar a cicatrizar a área.

Certifique-se de chamar seu cirurgião se você tiver forte dor de ouvido. Isso pode ser devido a uma infecção na cartilagem da orelha.

Expectativas (prognóstico)

As cicatrizes são muito leves e ficam escondidas nas dobras atrás das orelhas.

Um segundo procedimento pode ser necessário se a orelha sobressair novamente.

Nomes alternativos

Otoplastia; Fixação de orelha; Cirurgia de ouvido - cosmética; Remodelagem da orelha; Pinaplastia


tipos de transplante de medula óssea

Imagens

  • Anatomia da orelhaAnatomia da orelha
  • Descobertas médicas baseadas na anatomia do ouvido externoDescobertas médicas baseadas na anatomia do ouvido externo
  • Conserto de tímpano - sérieConserto de tímpano - série
  • Cirurgia de ouvido - sérieCirurgia de ouvido - série

Referências

Adamson PA, Doud Galli SK, Kim AJ. Otoplastia. Em: Flint PW, Haughey BH, Lund V, et al, eds. Otorrinolaringologia Cummings: Cirurgia de Cabeça e Pescoço . 6ª ed. Filadélfia, PA: Elsevier Saunders; 2015: cap 31.

Thorne CH. Otoplastia e redução da orelha. In: Rubin JP, Neligan PC, eds. Cirurgia Plástica: Volume 2: Cirurgia Estética . 4ª ed. Filadélfia, PA: Elsevier; 2018: capítulo 20.

Última revisão em 13/11/2019

Versión en portugués revisada por: Tang Ho, MD, Professor Assistente, Divisão de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva Facial, Departamento de Otorrinolaringologia - Cirurgia de Cabeça e Pescoço, The University of Texas Medical School em Houston, Houston, TX. Também revisado por David Zieve, MD, MHA, Diretor Médico, Brenda Conaway, Diretora Editorial e o A.D.A.M. Equipe editorial.

Tradução e localização por: DrTango, Inc.

Cirurgia plástica e cosméticaCirurgia plástica e cosmética Continue lendo Doenças do ouvidoDoenças do ouvido Continue lendo Revista NIH MedlinePlus HealthRevista NIH MedlinePlus Health Continue lendo