O PCP e a AMPFE inquiriram o ministério da saúde acerca dos médicos sem acesso à especialidade

A bancada parlamentar do PCP, após reunião com a Associação de Médicos pela Formação Especializada, enviou um conjunto de questões para o Ministério da Saúde acerca da situação dos 114 médicos sem acesso à especialidade. Neste documento consta também a proposta apresentada pela associação que passa pela criação de um concurso extraordinário para estes médicos, que reuna as vagas entretanto libertadas pelos colegas que rescidirem até 31 de Maio. Na mesma data, o PCP colocou também questões pertinentes relativamente aos planos para os mais de 600 médicos que poderão não ter acesso à especialidade no próximo concurso. Os documentos podem ser consultados em anexo.